X
Regulamento dia das Mães 2018
 
Shopping ID 1ª semana

04 de October de 2011
Empreendimento se reinventa e se transforma em um dos mais completos centros de design e decoração do DF e Centro-Oeste
 
Em janeiro de 2007, quem passou pelo setor comercial norte provavelmente tomou um susto. Da noite para o dia, o Venâncio 3000, que há mais de vinte anos ocupava uma área de 120 mil metros quadrados de área construída, na quadra seis, simplesmente havia mudado de nome. “Dormimos Venâncio 3000 e acordamos ID”, brinca Zoroastro Neto, superintendente do shopping e um dos responsáveis pela reformulação da marca. Começava ali a história de sucesso do ID, que em quatro anos de intenso trabalho transformou o empreendimento em um dos shoppings mais completos do Centro-Oeste em lojas de móveis e produtos de design e decoração.

Renovação da identidade, melhorias na infra-estrutura, profissionalização e recrutamento de capital humano especializado e, sobretudo, readequação do mix de lojas focado na oferta de novidades e oportunidades de mercado, eram algumas das ações necessárias. “Mais do que cara e corpo de shopping, que poderia ser feito com alterações na fachada, na logo e alguns com ajustes no mall, precisávamos mudar de dentro para fora”, explica Zoroastro Neto. O primeiro passo foi justamente a sua contratação em novembro de 2006, para a criação de um departamento ainda inexistente no shopping, o de marketing. Zoroastro chegava com a experiência de mais de 10 anos atuando no setor varejista e agências de comunicação e marketing, com passagem por multinacionais como o Grupo Carrefour. “O start para as mudanças partiu do senhor José Nicodemos Venâncio, presidente do grupo. Ele queria revitalizar o shopping, e para isso, ele e seus filhos, que são membros do conselho, nos deram carta branca para trabalhar. Sem essa anuência, nenhuma ação poderia ter sido feita.”

O intenso trabalho começou com a contração de uma pesquisa de mercado para saber onde estavam as deficiências do empreendimento. O foco era conhecer o cliente de móveis e produtos de decoração da cidade, mas para surpresa de todos a necessidade mais urgente que apareceu foi a troca de nome. Problema solucionado da noite para o dia, literalmente, o passo seguinte e gênese do projeto do ID seria um planejamento de readequação do mix de lojas. “Nosso primeiro cliente é o lojista. Ele precisa estar bem posicionado, ter saúde comercial e ter dinâmicas comerciais melhores, por isso, implementar um planejamento, com estudo de segmentação e transparência nas negociações, era essencial”, pondera Zoroastro.

A expectativa era que, em cinco anos, o ID conseguisse fazer o seu reposicionamento de marca por completo, com 50% do seu mix readequado. Mas os resultados vieram muito antes. Em apenas dois anos, o metro quadrado sofreu valorização; o percentual de lojas vagas (vacância) diminuiu; o faturamento bruto de locações aumentou 32%; a inadimplência de aluguel e encargos diminuiu; o fluxo de clientes aumentou em 20%; e o fundo de promoção foi incrementado em 30% tanto em ações de marca como promocionais. O reconhecimento também veio rápido. Em agosto de 2010, o Shopping ID recebeu da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, seção Brasília (ADVB-DF), prêmio de melhor reposicionamento de marca.

“Mas ainda não mudamos por completo”, avisa Zoroastro. “Estamos trabalhando para voltar o mix 100% às classes A e B. Uma das ações foi trazermos para cá no ano passado, uma das melhores home Stores do país, a Etna, que já alcança resultados de vendas expressivos, em menos de um ano de sua abertura. Além disso, sua vinda para o ID incrementou em 45% o fluxo de pessoas dentro do shopping e alavancou em 30% o faturamento de diversos lojistas”, comemora o superintendente. Do ano passado para cá, também abriram as portas no shopping a loja de decoração infantil Dolce Spazzio; a vidraçaria Cortina de Vidro; a loja de iluminação Cenário Luz; a Emporium By Galeria Persa, especializada em tapetes finos; e a Solevita, voltada à linha de móveis infanto-juvenis, para citar alguns.

Com localização privilegiada, perto dos setores hoteleiro e comercial norte, por onde passam mais de um milhão de pessoas por dia, o ID também focou no bem estar do seu público. Com capacidade para 900 carros, a garagem, antiga fonte de reclamações, está sendo reformada de acordo com as mais modernas normas de detecção fumaça e combate a incêndio. Os quatro pavimentos serão adaptados, pintados, sinalizados e iluminados. O piso será todo concretado e nivelado, somando um investimento total de R$ 1,5 milhão. “Estamos retirando todo piso irregular. O chão, as colunas e o teto estão recebendo novas pinturas, com suas devidas marcações. Toda tubulação será pintada de acordo às novas normas técnicas de detecção e combate a incêndio e o teto composto por sprinklers de água e detectores de fumaça. Além disso, haverá um aumento no efetivo de garagistas por andar”, explica o gerente de operações do ID, Ricardo Lima, engenheiro civil de formação. A previsão é que a obra seja entregue no final de 2011.

Outra ação voltada ao bem estar do público foi a parceria inédita entre dois shoppings de grupos diferentes. Os vizinhos ID e Brasília Shopping lançaram no ano passado o conceito da Quadra Norte. “Na minha opinião, o Brasília Shopping é o mais completo e bem localizado shopping de Brasília. Então, por que não unirmos força visando a comodidade e praticidade dos nossos clientes? Criamos, então, uma campanha conjunta para divulgar a Quadra Norte, onde é possível encontrar desde moda, gastronomia, a móveis e decoração”, explica Zoroastro, que prevê novas ações com o Brasília Shopping ainda para neste ano.


Projeto de revitalização do mall


Para o segundo semestre de 2011, o Shopping ID prepara uma das mais importantes etapas de sua mudança: a revitalização completa do seu mall. Assinado pelo arquiteto André Alf, o projeto tem como objetivo tornar a parte interna do shopping um ambiente agradável, confortável e requintado. “A idéia é fazer com que os consumidores tenham sensação de estar em uma sala de estar onde se faz compras”, explica Alf.

Todas as áreas comuns do shopping sofrerão modificação. A revitalização consistirá na modificação dos revestimentos do piso, dos pilares e do teto. André Alf explica que o conceito será simples, mas sem abrir mão do requinte: “O projeto foi pensado para dar ao consumidor um ‘local familiar’. Com espaços confortáveis e agradáveis, os consumidores se sentirão mais a vontade para levar muito mais tempo para decidir suas compras. A conseqüência disso é que passearão mais pelo shopping, conhecerão mais opções e assim os produtos expostos serão visto por mais pessoas, mais vezes”.

A previsão é que as obras comecem no segundo semestre deste ano.